jueves, 27 de mayo de 2010

Terra Oca e Intraterrenos 2 - Teoria

ver: Terra Oca 1 - Serra do Roncador
Terra Oca
"Não é fácil trazer ao mundo profano verdades absolutas até então mantidas sob um véu de mistérios e superstições. O homem terráqueo encarnado na superfície pouco conhece de si e do Planeta que habita. Talvez, se houvesse acreditado e praticado as Sublimes Lições do Mestre Nazareno, não teríeis vós, neste momento, que levantar o véu, pois já não existiria." (Li no livro: CIDADES INTRATERRESTRES - O Despertar da Humanidade/GER – Grupo de Estudos Ramatis, 2003)."
Publiquei um texto sobre Serra do Roncador no Mato Grosso com a historia do Coronel Fawcett, e a possibilidade da existência de vida intraterrena nessa região.
É atualmente um tema controvertido, mas sem duvida tem cada vez mais pessoas interessadas neste fascinante e inquietante mundo. O Mundo dos Intraterrenos. Muitíssimo científicos de todo o planeta se unem a esta fantástica teoria, teoria que está sendo comprovada por eles mediantes cálculos científicos com muitas possibilidades da sua veracidade.
A melhor crônica de uma viagem a Terra oca fez o Almirante Richard E. Byrd de EUA. Seu descobrimento foi censurado e silenciado imediatamente pelas “autoridades”. A ‘Sociedade da Terra Oca’ em Austrália conseguiu conservar os registros de Byrd que transcrevei adiante.

É a Terra oca por dentro e habitada por outras uma ou varias raças? Se vamos a http://maps.live.com e elegemos a opção de 3D, para baixar a versão em três dimensões dessa cartografia da NASA, podemos ver empregar a cartografia que emprega a NASA, que quer dizer que corresponde a fotografias de satélite tomadas pela NASA desde espaço. Observa-se nesta imagem do Pólo Sul ampliada verá que tem um círculo no centro da imagem. É um “remendo” que emprega a NASA para ocultar a cavidade no Pólo Norte da Terra.

Se vamos ao Pólo Norte e observamos, nos damos conta de que não existe nenhum casquete polar. Na foto aparecem os gelos de Groenlândia, o norte de Canadá e o norte de Sibéria, mas o casquete de gelo do “Pólo Norte” não aparece por nenhuma parte, porque não existe. A NASA falsificou a fotografia, ocultando a Abertura Polar Norte, da mesma maneira que ocultaram a Abertura Polar Sul.

A ciência nos diz que estão os pontos, do norte e do sul, que marcam exatamente onde as linhas da longitude se cruzam. A pesar de tudo nenhuma expedição teve êxito para chegar a tal ponto. Estudando amostras de perfuração profunda sabemos que a Terra é sólida a uma certa profundidade. Também sabemos que aumenta a temperatura dentro da Terra quanto mais profundamente se perfura, ao menos até o ponto onde se explorou; e portanto assumimos assim que a Terra deve ser sólida em direção ao núcleo. Isso se deve a medidas inexatas e uma assunção.
A compreensão atual da formação do planeta se forma através das linhas de pensamento da 'Terra sólida'. Segundo Cate Malone, autor do artículo 'A Terra Oca', os astrônomos e os físicos crêem que os gases se condensam gradualmente em uma espiral que da voltas, até que a força da gravidade, (outro fenômeno não explicado) puxa dele sem forma sólida. Tem, no entanto, outras possibilidades; um estudo simples da força centrífuga poderia desenhar uma Terra completamente nova para nós. A ciência aceita o que a Terra da voltas sobre seu eixo como um pião.

Malone afirma em seu articulo o seguinte: a força centrífuga faz que a Terra se achate levemente no equador e se aplane nos pólos. Para visualizar como poderia parecer a formação de um planeta, pense numa lavadora automática no ciclo de centrifugado. A roupa (gases, líquidos e partículas) se lança para as extremidades da máquina(gravidade). A porção do centro permanece desocupada. O oco do centro está firme.
Do mesmo modo que a Terra nunca deixou de dar voltas, assim esta maquina de lavar nunca sai de seu ciclo de centrifugado. Se a máquina continua dando voltas, a água e a roupa começam a agrupar-se no centro.
“Antes de que Colombo descobrira América, a existência de um novo mundo cruzando o Atlântico, na forma de um continente ocidental, se considerava o sonho de um louco. O mesmo acontece, em nossa época, com a existência de um mundo novo, um mundo subterrâneo, no interior oco da terra; uma terra tão desconhecida para a humanidade atual como o continente americano para os europeus antes do descobrimento de Colombo. Portanto, não tem nenhuma razão para que não possa também ser descoberto e que se estabeleça sua existência como um feito”. (Dr. Raymond Bernard – Livro: A Terra Oca)
“Ë bem conhecido que os pólos magnéticos do norte e do sul não coincidem com os pólos geográficos como deveriam... se a Terra fora uma esfera sólida com dois pólos no extremo de seu eixo, ao ser um ima, seus pólos magnéticos coincidiriam com seus pólos geográficos. O fato de que não façam é inexplicável em base a teoria de que é uma esfera ‘sólida’. A explicação chega a estar clara quando assumimos a existência de aberturas polares, com os pólos magnéticos ao largo do borde circular destas aberturas, em lugar de num ponto fixo.”
Segundo Bemard a razão pelo qual ninguém encontrou os pólos do norte ou do sul é simples: “Os pólos magnéticos e geográficos não coincidem... porque enquanto que um pólo magnético se encontra ao largo do borde da abertura polar, os pólos geográficos se encontram no seu centro, em meio do ar e não em terra sólida.”
Este é o aspecto que apresentaria a abertura da Terra no Pólo norte, no interior da Terra tem uma segunda fonte de luz e energia, um sol interior.

A Melhor Crônica Moderna
A melhor crônica moderna sobre exploração e penetração em terras além dos pólos magnéticos fez o Almirante Richard E. Byrd, grande Chanceler da Ordem de Lafayette e da Cruz do Mérito, Secretário perpetuo da Academia Federal da Marinha Americana e das Ciências. Como aconteceu com todas as explorações anteriores, a do Almir
ante Byrd foi envolta igualmente em mistério. A crônica começa com os contatos por radio durante seu vôo de 1.947 alem do norte magnético e sobre o Pólo Norte, a larga marca depois do mítico ponto de terra no cume do mundo. Durante a exploração da Antártica em 13 de janeiro de 1.956 diversos avisos de radio indicavam, “Em 13 de janeiro membros da
expedição de EUA conseguiram um vôo de 2.700 milhas (4.320 kilómetros) desde a base de Mcmurdo Sound, que está a 400 milhas (640 kilómetros) ao oeste do Pólo Sul, e penetraram uma terra existente de 2.300 milhas (3.680 kilómetros) além do Pólo.”
Em 13 de março de 1.956 se cita a Byrd dizendo “a atual expedição abriu uma nova terra extensa”. Muita gente recorda todavia as emocionantes declarações no jornal depois das expedições de Byrd. Anunciado como o maior explorador do mundo, a menção de Byrd de novas terras criou um grande interesse.Logo tais declarações se desvaneceram tão rapidamente como golpearam o ar. Os comentaristas de radio não falavam mais de seu descobrimento, os noticiários já não mostraram imagens da expedição de Byrd e logo o assunto desapareceu do olho público. Por que sucedeu isto? ¿Descobriu Byrd realmente uma terra nova que poderia influenciar uma lógica e diferente compreensão física da criação de nosso planeta?

Esta interpretação do registro e do diário do vôo de Almirante Byrd foi transcrita de uma fita de som. Esta copia do registro se obteve da 'Sociedade da Terra Oca' em
Austrália. Se crêe que é autêntica. Sem o registro original a mano, o leitor terá que decidir por si mesmo a autenticidade do material.

Prefacio do almirante Byrd
“Este diário escreverei em segredo e de forma oculta. Contêm minhas anotações sobre meu vôo ártico de 19 de Fevereiro de 1947. Estou certo de que chegará o dia em que todas as suposições e reflexões do homem se dissiparam para converter-se em nada e se terá que reconhecer a irrefutável verdade evidente. Denegaram-me a liberdade de publicar estas anotações e talvez nunca cheguem a luz da opinião pública. Mas eu tenho uma tarefa que cumprir, e o que eu vivi deixarei aqui escrito. Confio em que tudo isto possa ser lido, e que venha um tempo em que a ambição e o poder de um grupo de pessoas não possa mais ocultar a verdade”.

Registro de Vôo do livro de Bordo
Campo Ártico, 19 de febrero de 1.947:
-Gelo e neve extensos abaixo. Observo uma coloração de natureza amarelenta. Está dispersa em forma lineal ou longitudinal.
-Altero o curso para examinar melhor este padrão de cor abaixo. Também tem uma cor vermelha púrpura.
-Circundo esta zona com duas voltas completas e volto ao rumo da bússola. Faço de novo uma comprovação da posição com o acampamento base.
-Retransmito a informação referente a coloração do gelo e a neve abaixo.
-Tanto a bússola magnética como a giroscópica começam a girar e a vibrar. Não podemos manter nosso rumo mediante os instrumentos. Me oriento com a bússola solar e tudo parece bem. Os controles respondem lentamente, tem uma qualidade vagaroso. Contud
o não tem indicação de formação de gelo.
-A distancia estão o que parece ser montanhas. Transcorreram vinte nove minutos de tempo de vôo e o primeiro avistamento de montanhas não é nenhuma ilusão. Tem montanhas que consistem em uma cadeia pequena que nunca havia visto antes.
-Mudo de altitude a 2.950 pies. Encontrando uma turbulência forte outra vez.
-Cruzamos sobre uma cadeia pequena de montanhas que todavia procedem ao norte como se pode comprovar melhor. Bem depois da cadeia de montanhas está o que parece ser um rio pequeno. Um vale com um rio pequeno que transcorre através da porção central.
-Não deveria haver um vale verde abaixo. Algo está definitivamente incorreto e anormal aqui. Deveríamos estar sobre o gelo e a neve.
-A babor tem grandes bosques que crescem ao lado da montanha. Os instrumentos giram todavia. O giroscopio oscila constantemente para cima e para baixo.
-Altero a altitud a 1.400 pes e executo uma curva fechada a esquerda para examinar melhor o vale abaixo.
-É verde com musgo ou um tipo de erva firme. A luz aqui parece diferente. Não posso ver o Sol mais.
-Fazemos outro giro a esquerda e detecto o que parece ser um grande animal abaixo.
-Parece ser um elefante, não, parece um animal como um mamute! Isto é incrível, mas aí está. Baixamos de altitude a mil pés e pego os binóculos para examinar melhor o animal. -Está confirmado, definitivamente é um animal gigantesco como um mamute. Informo isto ao acampamento base.
-Encontro mais colinas verdes onduladas.
-O indicador externo de temperatura marca 74 graus Fahrenheit (23º Centígrados). Continuo em nosso encabeçamento agora.
-Os instrumentos de navegação parecem normais agora. Me desconcertam suas ações.
-Intento entrar em contato com o acampamento base. A radio não funciona.
-Começa a fazer calor. O indicador nos diz que estamos a 74 grados Fahrenheit (aprox. 23º C).
-Mantemos nosso curso. O campo está mais nivelado que o normal, sim é certo o terreno abaixo fica cada vez mais plano.
-Não sei se me expresso corretamente, mas tudo da uma impressão de completa normalidade.
-A continuação detectamos o que parece ser uma cidade, Diante de nos se levanta com absoluta claridade uma cidade!!! isso é impossível!
-O avião parece leve e estranhamente sustentado. Os controles rejeitam responder.
-Meu Deus, fora de nosso porto e na asa de estribor tem um tipo estranho de avião , se aproximam rapidamente ao nosso lado! Têm forma de disco e uma qualidade radiante neles, irradiando um brilho próprio.
-Estão bastante próximo agora e posso ver as marcas neles." É um tipo de cruz esvástica. -Isto é fantástico! Onde estamos? Que sucedeu?
-Intento os controles outra vez. Não respondem. Estamos presos em um parafuso de agarre invisível de algum tipo.
-Nossa radio emite uns estalidos. Uma voz nos fala em língua inglesa.
-A voz tem leve sotaque alemão ou nórdico: “BEM VINDO A NOSSO TERRITÓRIO, ALMIRANTE”!!!
-”Em exatamente sete minutos lhe faremos aterrissar. Por favor, relaxa almirante, está Vs. em boas mãos.”
-De aqui em diante nossos motores deixam por completo de funcionar. O controle de todo o avião está em mãos alheio.
-O avião gira em torno a si mesmo.
-Nenhum instrumento reage.
-Recebemos precisamente outra comunicação por radio, que nos prepara para a aterrissagem. -A continuação começamos sem demora com a aterrissagem.
-A través de todo o avião passa um suave tremor quase que imperceptível.
-O avião baixa até o solo como um imenso e invisível elevador.
-Levitamos de maneira totalmente suave até aí.
-O contato com o solo quase não se nota. Somente um ligeiro e curto choque.
-Faço minhas últimas anotações de bordo a toda pressa.
-Se aproxima um pequeno grupo de homens até nosso avião. Todos eles são bem altos e tem cabelos claros. Mais atrás vejo uma cidade iluminada. Parece resplandecer nas cores do arco-íris. Os homens estão aparentemente desarmados. Não sei o que agora nos espera. Claramente, uma voz me chama por meu nome e me ordena abrir. Obedeço e abro a porta de carga.
Aqui terminam as anotações em meu livro de bordo. Tudo o que escrevo agora é de memória.
É indescritível, mais fantástico que toda a fantasia, e se eu mesmo não houvera vivido, qualificaria de completa loucura. Nos dois, meu operador de radio e eu, somos conduzidos fora do avião e cumprimentados com amabilidade. Então, nos conduzem a um disco deslizante, que aqui utilizam como meio de locomover. Não tem rodas. Com enorme rapidez nos aproximamos a brilhante cidade. -O esplendor de cores da cidade parece provir do material parecido ao cristal em que está construída. Derrepente nos paramos diante de um imponente edifício. Semelhante arquitetura não havia visto até agora em nenhuma parte. Não é comparável com nada. A arquitetura é como se originasse diretamente da mesa de desenho de um Frank Lloyd Wright, o bem podia ter tirado de um filme de Buck Roger. Nos dão uma bebida quente. Esta bebida tem um sabor diferente a tudo o que eu tenha desfrutado. Nenhuma bebida, nenhuma comida tem um sabor comparável. Um sabor simplesmente diferente, mas um sabor delicioso. Se passaram uns dez minutos, quando dois destes estranhos homens que temos por anfitriões se aproximam a nós. Se dirigem a mim e me comunicam sem sombra de duvidas que devo acompanhar-lhes.
-Não vejo outra alternativa que cumprir sua ordem. Por tanto nos separamos. Deixo a meu operador de radio e sigo aos dois. Pouco depois chegamos a um elevador, no qual entramos. Nos movemos para baixo. Quando nos detemos, a porta se desliza silenciosamente pra cima. Caminhamos por um corredor comprido em forma de túnel e iluminado por uma luz de cor vermelha clara. A luz parece emanar das mesmas paredes. Chegamos ante uma porta grande.
Ante esta grande porta nos paramos e permanecemos assim. Sobre a grande porta se encontra um letreiro sobre qual nada posso dizer. Sem nenhum ruído se desliza a porta a um lado.
Uma voz me exorta a entrar. “Não se preocupe, almirante”, me tranqüiliza a voz de um de
meus dois acompanhantes, “o Mestre irá receber-te!” De maneira que entro. Estou deslumbrado. A infinidade de cores, a luz que enche o ambiente, meus olhos não sabem a onde olhar e tem primeiro que acostumar-se as condições. Passa um tempo até que posso reconhecer algo que me rodeia. A beleza que vejo agora nunca vi em toda a minha vida. É mais esplêndido, mais bonito e mais suntuoso do que eu podia descrever. Creio que nenhum idioma pode resumir com palavras o que pode ver. Creio que a Humanidade falta palavras para isso. Minhas observações e reflexões foram interrompidas por uma voz melodiosa e cordial:
“Te dou as boas vindas!. Seja Vs. da forma mais cordial bem vinda em nosso país, almirante”. Ante mim está um homem de grande estatura e uma fina cara marcada pela idade. Está sentado a uma imponente mesa e me dá a entender com um movimento da Mao que devo sentar-me a uma das cadeiras. Obedeço e me sento, depois junta suas mãos de forma que se tocam as pontas dos dedos. Me ríe.
-“Nos deixamos vocês virem, porque tem Vs. um caráter consolidado e acima no mundo goza de uma grande fama.
-”Acima no mundo?”, me falta o ar.
“Sim”, contesta o Mestre lê a meus pensamentos, “Vs. Está agora no
império dos Arianni, no interior do mundo. Não creio que nos tenhamos que interromper sua missão muito tempo. Vs. logo será conduzido a superfície da Terra. Mas antes vou a comunicar por que eu te fiz vir, almirante. Nos seguimos os acontecimentos que se produzem acima sobre a Terra. Nosso interesse foi despertado quando Vocês lançaram as primeiras bombas atômicas em Hiroshima e Nagasaki. Naquela péssima hora fomos a seu mundo com nossos discos voadores. Tínhamos que ver pessoalmente o que fizeram vossa raça.
Entretanto já faz muito isso, e vocês diriam que é historia. Mas é para nós significativo, por favor deixem continuar. Nos não nos intrometemos em vossas disputas y guerras. Vossas barbaridades consentimos. Mas começaram a experimentar com forças que na realidade não estavam pensadas para os homens. Isto é a força atômica. Já intentamos algumas coisas. Fizemos chegar mensagens aos estadistas do mundo mas eles não crêem na necessidade de escutar-nos. Por este motivo foi Vs. elegido. Vs. deve ser nosso testemunho, testemunho de que nós e este mundo no interior da Terra existimos, que nós aqui realmente existimos. Olha a seu redor, e Vs. rápido comprovará que nossa ciência e nossa cultura estão vários milhes de anos por diante das vossas. Mire Vs., almirante.”
-”Mas”, interrompi ao Mestre, “que tem isto que ver comigo, senhor?
O Mestre parecia submergir-se em mim, e depois de que um tempo me havia examinado, me contestou:
-”Vossa raça alcançou um ponto de não retorno”. “Tem a pessoas entre vocês que estariam dispostos a destruir a Terra intera antes de perder seu poder, o poder que eles crêem conhecer.” Eu de novo dei a entender com um movimento de cabeça que seguia suas explicações.
O Mestre continuou falando-me: “Já faz dois anos intentamos uma e outra vez contatar com vocês. Mas todos nossos intentos são contestados com agressividade. Nossos discos voadores são perseguidos por seus aviões de combate, atacados e disparados. Agora devo dizer-lhe, meu filho, que uma enorme e nefasta fúria se levanta, que uma poderosa tormenta varrerá seu país, e durante muito tempo arrasará. Desconcertados diante disso estarão seus científicos e exércitos e não poderão oferecer nenhuma solução. Esta tormenta tem poder de aniquilar toda a vida, toda a civilização de Vocês, de forma que toda cultura poderia ser destruída e tudo poderia fundir-se no caos. A grande guerra que acaba de terminar é somente um prelúdio do que pode vir sobre vocês. Para nós aqui isto se faz patente hora trás hora de maneira mais clara. Parta da base de que me equivoco”.
-”Não, já veio uma vez a época escura sobre nós, e durou 500 anos”, repliquei ao Mestre.
-”É verdade, meu filho”, me contestou, “os tempos sombrios cobrirão seu país de cadáveres. E parto da base de que alguns de sua raça sobreviverá a esta conflagração. O que depois ocorrerá não posso revelar-lo. Nós vemos num futuro longínquo surgir uma nova Terra, que será construída com os escombros de seu velho mundo, e lembrarão de seus tesouros legendários e buscarão. E veja, os tesouros legendários estará aqui conosco. Nós somos aqueles que os mantemos a salvo. Quando começar esse futuro, nos apresentaremos a vocês, ajudaremos aos homens a revivificar sua cultura e sua raça. Talvez então já estará aprendido que guerra e violência não conduzem ao futuro. Para o tempo que seguirá, se fará acessível antigos conhecimentos. Conhecimentos que já tiveram uma vez. De Vs.,meu filho, espero que volte a superfície com estas informações”.
Com esta exigência terminou o Mestre sua exposição e me deixou muito desconcertado, mas para mim estava claro que o Mestre tenha razão. Por consideração ou por humildade, não sei, me despedi de todas as formas com uma ligeira inclinação. Antes que poderá perder-me apareceram meus dois acompanhantes, que me haviam conduzido até aqui.
Me indicaram o caminho. Eu me voltei ao Mestre. Havia uma cálida e amistoso sorriso em sua velha e nobre cara:
- ”Desejo a Vs. uma boa viagem, meu filho”, fez por último o sinal da paz e então nosso encontro havia chegado inevitavelmente ao seu fim.
Voltamos rapidamente a nosso elevador. Nos movemos para cima. Entretanto me explicou um de meus dois firmes acompanhantes que trás finalizar a conversação com o Mestre tenhamos pressa de verdade. O Mestre de nenhum modo queria atrasar-nos mais, e ademais era importante que eu levasse imediatamente a mensagem recebida a mi raça, me aclarou. A todo isto eu não disse nada. Quando fui conduzido até meu operador de radio, comprovei que ele provavelmente tenha medo, isto ao menos se refletia em sua cara.
-“Tudo está em ordem, não tem com que preocupar-se, Howie, todo está certo.”, intentei tirar-lhe o medo. Junto com nossos acompanhantes, fomos de novo ao disco deslizante, que velozmente nos devolveu a nossa avião.
Os motores já estavam funcionando, e nos encontramos imediatamente a bordo. Havia uma atmosfera de tremenda pressa, a necessidade de atuar rápido era evidente.Imediatamente depois de que fechamos a porta, nosso avião foi elevado nas alturas por una força inexplicável para mim, até que voltamos a encontrar-nos a 2.700 pies (aprox. 825 metros). Fomos acompanhados por dois de seus discos. Se mantiveram a uma certa distancia de nós. O velocímetro não indicava em nenhum momento velocidade alguma, a pesar de que esta havia aumentado enormemente. Nossa radio no entanto funcionava, e recebemos uma última mensagem dos objetos voadores que nos acompanhavam.
-”A partir de agora pode Vs. voltar a utilizar todos seus equipamentos, almirante, seus instrumentos voltam a ser funcionais. Nós os deixaremos agora. Até a vista”.
Seguimos com nossos olhos aos objetos voadores até que se perderam no céu azul pálido. De imediato tivemos ao nosso avião de novo baixo nosso controle. Não falamos entre nós, cada qual estava demasiado ocupado com seus pensamentos.
Última anotação no livro de bordo:
-Nós encontramos de novo sobre vastas regiões cobertas de neve e gelo.
-Estamos todavia aproximadamente a 27 minutos de vôo da base. Podemos enviar mensagens por radio, e nos respondem. Informamos que todo é normal. A base está contenta de que voltou a ter comunicação.
-Temos uma aterrissagem suave.
Eu tenho um encargo.
Fim das anotações no livro de bordo.
4 de Março de 1947: Eu estava numa reunião no Pentágono. Informe detalhadamente sobre meus descobrimentos e sobre a mensagem do Mestre. Todo foi gravado e escrito. O presidente também foi informado. Fui retido aqui durante varias horas (exatamente foram seis horas e trinta e nove minutos). Fui interrogado minuciosamente por uma equipe de seguridade e por uma equipe médico. Foi um inferno!.
Fui posto baixo a estrita supervisão da Previsão Nacional de Seguridade dos Estados Unidos de América.Eu havia recebido a ordem de guardar silencio sobre tudo o que havia vivido pelo bem da Humanidade. ¡Incrível!
Recordaram-me que sou um oficial e que, portanto devo obedecer suas ordens. 30 de Dezembro de 1956: Última anotação: Os anos posteriores a 1947 não foram muito agradáveis para mim… Faço agora a última anotação neste especial diário.
Queria mencionar que me calei aos descobrimentos que fiz, tal como me ordenaram. Mas isso não é o que tenho em mente! Noto que logo chegará minha hora. Mas não morrerá este segredo comigo, sim que será difundido – como toda verdade. E assim será.
Somente assim pode existir a única esperança para a Humanidade. Eu vi a verdade. Ela me fez despertar e me liberou.
Cumpri meu dever com o enorme complexo militar e econômico.
Minha longa noite se aproxima, mas terá um fim. Assim como a longa noite do Ártico tem um fim, assim também a verdade voltará como um luminoso raio de sol, e os poderes escuros não poderão atravessar a luz da verdade…
Vi o país além do Pólo, o centro do Grande Desconhecido!
R.E.B. US Navy
(Essa transcrição do diário de Byrd é a tradução da edição alemã “Das Tagebuch des Admiral Byrd” e foi realizado pela web Hitlerismo Esotérico. http://libreopinion.com/members/neuschwabenland

Além de Byrd outros exploradores como Olaf Jansen,também garante haver observado a inesperada abertura da Terra no Pólo Norte. A localização mais plausível deste oco se situa a 84.4 latitude Norte, 141 longitude Leste. Em 2006, Steve Currey planeava uma aventura similar para determinar de uma vez por todas, se a Terra era oca ou não. Lamentavelmente faleceu antes que sua aventura se levara a cabo, o site desta aventura se encerrou e todos as futuras viagens a bordo do barco quebra gelos nuclear russo YAMAL, quem havia contratado Currey 100 viagens ao pólo norte para levar a cabo observações científicas se cancelaram. Mas a lenda ou o conhecimento de que a Terra está oca vem de muito, muito antes das expedições de Byrd.
Há 7000 anos ja se falava do reino de Agharta y Shambala, reinos localizados embaixo da superfície da Terra cheios de esplendor e que fizeram sonhar ao ser humano desde muito tempo.
Julio Verne, na sua obra: “Viagem ao Centro da Terra” (1864), cria a ficção de que existe uma terra de monstros primitivos e raças extinguidas, com mares e um sol próprio no interior do planeta. Quando era um adolescente, havia desfrutado tremendamente com as aventuras do professor Lindenbrock e sua ajudante Alex, enquanto que, durante sua intrépida aventura descobrem vida no centro da Terra. Mas foi com seu idolatrado escritor, Lobsang Rampa, com qual descobriu a porta do mistério, um mistério que, no lugar de diminuir-se, se abriu mais e mais baixo seus pés a medida que se interessava por ele, até o ponto de constituir uma autêntico obsessão
Lobsang Rampa, define na sua teoria da “Terra Oca” uma configuração do planeta Terra bastante peculiar. Concebe ao planeta como se fosse um coco vazio de seu líquido interior, com dois “buracos” nos pólos e um sol interior, a modo de bola de plasma, ocupando o centro geométrico da esfera oca, e incluso, se “atreve” a dar dimensões, assegurando que a espessura de sua corteza interior seria de somente mil
trezentos kilómetros dos aproximadamente doze milseiscentos oitenta kilómetros do diâmetro exterior da Terra
Bulwer Lytton, escritor inglês mais conhecido por sua novela: ‘The Last Day of Pompeii’(Os últimos dias de Pompeia), público em 1871 um curioso livro titulado: ‘The Coming Race’(A raça que vira), nele, conta Lytton uma estranha viagem ao interior da Terra, acontecido ao principio do século XIX, a viagem começa numas minas abandonadas em Inglaterra donde as quais, e a partir de uma galeria subterrânea secreta, o protagonista de sua novela chega a um mundo subterrâneo habitado por uns homens de uma mente súper-desenvolvida que o protagonista chega a considerar como semideuses, e que possuem uma energia que supera o imaginável, denominada energia Vrill.
Segundo a novela de Lytton, esse mundo fabuloso se denominava Agharta (outros autores a nomeiam como Agharti e Agarttha), e sua capital Shamballah (Shamb-Allah), se encontrava no interior da Terra. Os antepassados desses seres procederiam da superfície exterior da terra, havendo encontrado o acesso a seu interior trás terríveis terremotos e cataclismos na superfície exterior do planeta. Esta novela se parece “suspeitosamente” a que Julio Verne havia publicado em 1864, mas seu conteúdo é muito diferente, quanto a descrição de uma raça humana muito evolucionada, enquanto que na novela de Verne, somente se mencionam as ruínas da Atlântida...
A verdade é que nesse século houve uma “febre” de estranhas historias sobre a cavidade terrestre, incluso algumas fotos suspeitosas saíram a publicação.
Ainda que, remexendo nos velhos baús, o que atrai poderosamente a atenção foi descobrir, nos EUA., e precisamente em Saint Louis uma estranha historia anterior a publicaçãode ‘Viagem ao Centro da Terra’ de Verne…
Em 1816 todos os membros do Congresso dos Estados Unidos, os reitores de muitas universidades e vários letrados e licenciados de vários estados, receberam uma estranha carta. Estava assinada no dia dez de Abril de 1816 em Saint Louis território de Missoury pelo capitão de infantaria John Cleves Symnes e, se dirigia aos mais altos cargos da jovem nação, nos seguintes términos:
“ Ao Mundo Inteiro:
Eu, afirmo que a Terra está Oca e é habitável no seu interior. Ela está formada por varias esferas sólidas e concêntricas colocadas uma dentro da outra e está aberta nos pólos com uma abertura em cada um, situada entre os 12 e os 16 graus. Me comprometo a demonstrar a realidade do que afirmo, mediante uma viagem de exploração ao interior da Terra, se o mundo aceita ajudar-me na empresa.”
Mesmo que obviamente, o “Mundo” rejeitou a generosa oferta de Symnes, este popularizou numerosas conferencias e teve um grande impacto na opinião pública da época e incluso chegou a fazer uma modesta carreira política; deixando a sua morte numerosos anotações e um pequeno modelo de madeira da “Terra Oca”, que se exibe atualmente na Academia de Ciências Naturais de Filadélfia.
Ao que parece o oco da Terra não é algo exclusivo deste planeta. Muitos outros planetas, satélites e cometas mostram a mesma cavidade no seus pólos. Provavelmente mostra que no processo de formação destes objetos celestes a força centrífuga na rotação deixa oco o interior.


Imagens reveladoras de satélite mostram essa abertura da Terra em, ao menos, um de seus pólos. Esta fotografia foi tomada no Pólo Norte da Terra, Missão STS75, 1996. O antigo link oficial onde podia ver-se a foto já não está ativa.
www.pao. ksc. nasa. gov/kscpao /spanish/75 fact2s .htm



miércoles, 26 de mayo de 2010

O Brasil e o LIXO produzido

A grande diferença do Brasil e Europa (e países desenvolvidos) na questão do lixo ainda é a reciclagem e também a não preocupação com o lixo que se produz.Na Europa cada UM É RESPONSÁVEL pelo seu lixo, os recipientes ficam nas ruas, separadamente pelas cores amarelo (plástico, brik, latas), azul (papel), verde (vidro), marrom (orgânico) e cinza (lixo não reciclado). Em quase toda esquina se encontra e você mesmo faz a sua separação levando para os recipientes respectivos, logo será coletado por um caminhão mecânico, (claro somente conduzido por uma pessoa). Inclusive em cidades menores em que se pode ter mais controles, existem multas se a pessoa não faz a separação corretamente, ou seja, se não recicla adequadamente te “obriga” a fazer da maneira correta. (Claro que para isso, existiu um esclarecimento e orientação à população antes). Mais uma vez, cada UM É responsável pelo lixo que PRODUZ. E isso na verdade, somente nos torna mais consciente da quantidade de lixo que produzimos e mais respeitoso com a natureza porque quando se começa a separar as embalagens realmente se nota essa quantidade IMENSA de plásticos e papel que vem nos alimentos. Se a Europa consome mais pela maioria ter um nível de vida melhor, da mesma maneira também existe a consciência de valores, preocupações como levar sacolas desde casa para a compra, já que sacolas não são gratuitas. Isso já faz a diferença, embora não seja a solução. No Brasil além de ter uma maneira arcaica, com lixeiros coletando os sacos de lixos nas ruas(casa por casa), acredito que existe a grande despreocupação do brasileiro e por falta de incentivo, orientação e interesse dos políticos e da prefeitura para mudar essa realidade, talvez levará muitos e muitos anos ainda… até lá, continuará esse total desrespeito com a natureza e o entorno em que vivemos e a ignorância da população a esse respeito. As poucas pessoas que separam o lixo para reciclar fazem de uma maneira voluntaria e de maneira particular. Esse aumento do lixo se deve a melhora do sistema econômico no país, mas ao mesmo tempo o Brasileiro está preparado para essa melhora? Porque se consume mais e ao mesmo tempo se descarta com a mesma velocidade sem a mínima ideia a que isso leva, onde estão os políticos numa cena como esta?


36% do lixo produzido pelos moradores do Rio de Janeiro 
vão diretamente para o fundo de lagoas, rios e baias, 
ou lixões clandestinos ou aterros irregulares
   Brasileiro produz tanto lixo quanto europeu, diz estudo (O Estado de S. Paulo, 26/05/2010)
O brasileiro já produz a mesma quantidade de lixo que um europeu. A melhoria do poder de compra dos brasileiros está fazendo com que a população do País produza cada vez mais lixo inorgânico, como embalagens, ao mesmo tempo em que a implantação de programas de coleta seletiva e os níveis de reciclagem não crescem na mesma medida. Os dados fazem parte do estudo Panorama dos Resíduos Sólidos no Brasil 2009, que será divulgado hoje, no Rio de Janeiro.
A média de geração de lixo no Brasil hoje é de 1,152 quilo por habitante ao dia, padrão próximo aos dos países da União Européia (UE), cuja média é de 1,2 kg ao dia por habitante. Nas grandes capitais, esse volume cresce ainda mais: Brasília é a campeã, com 1,698 kg de resíduos coletados por dia, seguida do Rio, com 1,617 kg/dia, e São Paulo, com 1,259 kg/dia. Além disso, o volume de lixo cresceu 7,7% em 2009 - foram 182 mil toneladas/dia produzidas ante 169 mil toneladas/dia no ano anterior.
O estudo, anual, abrange 364 municípios e foi realizado pela Associação Brasileira das Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe), entidade que reúne as empresas de coleta e destinação de resíduos. "Alcançamos um padrão europeu de geração de resíduos e estamos nos aproximando dos americanos (2,8 kg por habitante/dia). Infelizmente, isso está acontecendo sem alcançarmos o mesmo grau de desenvolvimento desses países", afirma Carlos Roberto da Silva Filho, diretor executivo da Abrelpe.
De acordo com o levantamento, 56,8% desse lixo vai para aterros sanitários, 23,9% vai para aterros controlados (que não possuem tratamento de chorume) e 19,3% termina em lixões. Os aterros das grandes cidades, no entanto, caminham para a saturação.

domingo, 23 de mayo de 2010

Discurso de Charles Chaplin

No filme "O grande Ditador" de 1940, uma Mente Brilhante abre os coraçoes "e os olhos" dos homens! Uma cena inesquecivel!

viernes, 21 de mayo de 2010

O CONSUMISMO e o CONTROLE mental de Massas!

Quero ter, porque todos têm!!
Para que triunfe o mal, só é necessário que os bons não façam nada. (Edmund Burke)
Pra complementar a matéria publicada sobre espiritualidade e o desapego que devemos aprender por "bem ou por mal", coloco essa matéria que mostra que o materialismo e o consumismo é algo que fomos condicionado a ter. Trata-se de um MAGNÍFICO DOCUMENTAL sobre como os descobrimentos ‘animais e instintivos’ de Freud sobre a raça humana foram aproveitadas por seu sobrinho Edward Barneys (criador das ‘relações públicas) para controlar mediante o consumismo, por exemplo, as massas, em colaboração com as grandes corporações norte-americanas. Este documental não tem desperdício. É a resposta a sociedade de hoje em dia. A Sociedade do QUERO TER.


Barneys(sobrinho de Freud) criador
 da sociedade consumista atual

Esta serie relata como se usam estas teorias para controlar as massas em épocas ‘livres’ de democracia. Como se passa em USA de uma propaganda e um consumismo ajustado as necessidades, a potenciação dos instintos animais dos humanos para nos fazer NECESSITAR os produtos como forma de DESEJO, mais que necessidade. Aí radica o consumismo. Tudo que você quer, é realmente porque precisa? Como fazer as pessoas nunca parerem de comprar, fazer com que tenha lançamentos propositais, com novidades, etc...em tecnologia, vesturario(moda), tantas outras coisas. Usaram as Teoria Freudiana, as fraquezas humanas, que o próprio Freud estava desacreditado e desiludido, em favor de uma dominação invisível. Engenhosidade em prol do poder. Assim se controla as massas. Mais tarde, estas idéias também se usariam em política.
Vendo esse documentário vemos que necessitamos despertar desse paradigma.

"O mundo não está em perigo pelas más pessoas e sim por aquelas que permitem a maldade"(Albert Einstein).

Não se permita a essa "maldade" e o controle do seu cérebro, da sua vida, do seu corpo. O ser humano será livre quando descobrir o amor no seu coração(embora o mal está aí também) e o desapego dessas futilidades que nos fizeram acreditar os que se creem "donos" do mundo e da "massa" manejável.

O Século do "Eu" - Episódio 1 - Maquinas de Felicidade

 


Com mais Episódios, que valem ser vistos:


Episódio 2 - Maquinas de Felicidade


Episódio 3 - Há um policia dentro de nossas cabeças

Episodio 4 - Oito pessoas bebendo vinho

jueves, 20 de mayo de 2010

Ex Ministra Dra. Rauni Kilde nos revela algumas verdades!

Depois de alertar as pessoas sobre a gripe, agora ela fala sobre o vulcao na islandia, temas como HAARP, controle da mente e com esse poder devemos nos concentrar na paz e no amor! na seta a direita se pode traduzir a legenda p/ portugues.



miércoles, 19 de mayo de 2010

SOMOS SERES ESPIRITUAIS - E A CHAVE É O AMOR!

“A humanidade começará a concentrar-se em seu desenvolvimento ESPIRITUAL. O conhecimento esteve a frente dele, mas não havia sido notado ou compreendido. Quando comece a dar-se conta do que é possível, se assombrará. O futuro longínquo, as viagens interestelares, serão mentais, por emanações do poder, PSI, mais que mecânicos, apesar também de existirem os mecânicos”. Nostradamus – (Ip307)(CIV – 25).


Quem busca informação sobre 2012, sempre encontra temas relacionados com a Mudança de ERA, salto quântico, calendário Maia e profecias. Se questionamos chegamos à conclusão que todas as informações se juntam e se encontram no mesmo atalho. São temas como a evolução e Mudança de padrões e de consciência, mas para chegar a isso existe um caminho árduo aí - de todos os seres e do planeta em que vivemos. A terra está em um processo de transformação para uma freqüência mais alta, nada permanece quieto, isso é uma forma natural de evolução, cada planeta recorre essa transformação, então todo o UNIVERSO ESTÁ EVOLUINDO. Porque pensar que isso não acontece? E o tema da espiritualidade está sendo enfatizada, uma espiritualidade que irá revolucionar nossas vidas, não tem nada a ver com religião ou seita, doutrina, dogmas, cultos, nada disso.
Nossa atual realidade é tão marcada, tão solida! Que é difícil aceitar padrões diferentes, em se tratando de algumas pessoas que estão tão acostumadas a essa vida que cegamente crê ser a ideal. Temos QUE MUDAR! Por dentro e por fora, já sabe o que é por fora? Tudo!! principalmente esse MODELO americano de vida. Coisa que já estamos vendo se derrubar pouco a pouco, assim como outras potencias do mundo. Já estamos vendo essa crise que enfrenta vários países! Se tem que reflexionar.
“Devem mudar, se desejam seguir adiante e estabelecer um caminho firme a Ascensão. Se tomou muito tempo até chegar a este ponto em sua evolução, assim que tomem com ambas mãos! Tal oportunidade não virá a vocês até o final do próximo ciclo solar, e isso é mais de 26.000 anos. É verdade que qualquer indivíduo pode ascender em qualquer momento se alcança certos níveis altos de vibração. De todas as formas, ao final de um ciclo sempre está permitida uma oportunidade massiva. Como agora, se consegue elevando as vibrações desta maneira cada alma é ajudada a subir. Nunca percam de vista o feito de que são privilegiados em estar na Terra neste momento tão especial. Se puderem experimentar a felicidade e a paz absoluta de nossa dimensão, não duvidariam em agarrar essa oportunidade agora...” (Salusa, de Sírio)
Além do mais a freqüência da terra se vem incrementando lentamente(ressonância Schumann),como se nosso dia tivesse menos horas do que estamos acostumados. O tempo está passando rápido!! Apesar disso nos deixar completamente CONFUSOS, é uma oportunidade de desenvolver uma consciência mais depressa. Acontece mais coisas em pouco tempo e nosso pensamento se manifesta rapidamente.
Em freqüências altas não pode existir maldade, a negatividade somente pode existir em freqüência baixa. As freqüências baixas que atraem negatividade são: a guerra, o ódio, competição, agressividade, futilidades e o medo. No nosso entorno através da televisão, musica, alimentação, químicos. Você acredita que isso acaba com nossa energia, ou melhor, não nos deixa evoluir espiritualmente? Tem que pensar duas vezes o que comer, o que ver, ler, ouvir... Vivemos uma dualidade! O bem e o Mal, que sempre existiu, mas não percebida como agora, estampada no nosso dia a dia, através das inúmeras manipulações e controles que estão aí nos rodeando por todas as direções nesse sistema em que vivemos e somos obrigados a viver… Isso está acabando?!! Para acabar temos que ENXERGAR a existência disso, dessa maneira as energias se estará incrementando, aí está a mudança!
O pensamento lineal já não funciona mais, por isso é necessário que utilizem o pensamento esférico, olhando qualquer tópico desde muitos ângulos e desde um ponto de vista mais alto. Desta maneira cada um pode dar sua ajudazinha focalizando essa ENERGIA acreditando no poder de que somos: SERES ESPIRITUAIS! E que esse poder é ilimitado. Mas não é somente acreditar nisso... Mas sim, que existe a ciência da alma, o mais além do que vemos, que existimos como alma, que temos uma memória celular, e a razão para que tenhamos memória celular se deve a nossa alma. Como disse, não é religião, dogmas, crenças, cultos, etc, nada disso que foi colocado pra gente através de imposições duvidosas. De que, sem sombra de duvida não vamos ao inferno nem ao purgatório. Isso devemos abandonar, sem se esquecer do karma, cada um tem lições aqui. A lei da causa e efeito. Tudo o que fazemos ou pensamos vem de regresso, cedo ou tarde. Essa é a lei universal para evoluir. Tenho certeza que todos sabem disso ou já ouviu alguma vez.
Devemos buscar a verdadeira Consciência Crística reconectar-nos com suas origens e propósitos da alma. Do verdadeiro propósito a que Cristo veio a Terra. Gosto muito da historia de São Francisco de Assis, na Itália, ele é a verdadeira consciência Crística, uma consciência do Cosmos -“Irmão Sol, Irmã Lua”, baseada ao amor a natureza aos animais e ao próximo, sem apegos materiais.
“ Despeçam-se de seus apegos, que tudo isso é lixo terrenal que não será necessário levar consigo ao lugar tão formoso ao que irão; a uma nova era de vida, amor e novos costumes na 5ta dimensão”. (Mestre Adama)
Como podemos mudar espiritualmente?
Um modo de evolução e crescimento é o poder da energia espiritual, quanto mais gente estiver usando esse poder espiritual do autentico AMOR UNIVERSAL, mais fácil será eliminar esta ameaça. É uma forma de eliminar a baixa freqüência é através da freqüência alta, buscando a verdade e a energia espiritual da existência. Ajuda eliminar a negatividade INTERIOR E EXTERIOR! Essa busca é um verdadeiro desafio pra pessoas.
O que é essa espiritualidade?
COMEÇA TRABALHANDO A SAUDE , expliquei sobre o prâna, e a cura prânica, é exatamente isso, são energias que chegam através de fontes de LUZ. Se pode trabalhar com ela e curar-nos. Não se pode ir a dimensões superiores com bloqueios energéticos, assuntos sem resolver, ódio e arrogância. Será o momento de parar um momento, alguns minutos por dia, para usar essa energia curadora, não somente pra você, mas todas as pessoas da Terra, mentalize em uma meditação a Terra e aos seus habitantes. Antes de dormir seria um bom momento! Então a espiritualidade está dentro da meditação, do pensamento sem preocupações e sentimento reprimidos, em momentos de silêncios... Usando a energia do coração e a meditação, desenvolverá mais depressa, e estará sintonizado com a origem, a consciência central cósmica. A meditação é tudo aquilo que induz a calma e a relaxar. Não somente acontece quando está em repouso, mas também quando esta lendo, pintando, cantando, caminhando na natureza ou dando amor a alguém. É o que causa que nosso cérebro emita ondas alfa ou theta.
“É a natureza humana de amar e ser amado, mas pelo momento não funciona para todos. Na verdade a maioria da gente nunca ama verdadeiramente a experiência, a maioria da gente não entende o amor e não sabe como amar e receber amor ou dar-se amor a si mesmos. Esta mudança sucederá este ano 2010 pelo qual o amor estará incrementando na humanidade, onde tem um amanhecer de um novo nível de amor e um novo nível de entendimento.
Se fala muito do ano 2012, e haverá mudanças significativas entrando na consciência de massas na energia global de 2012, mas as grandes mudanças estão sucedendo agora, estão sucedendo já com o movimento dos planetas. Têm muitas mudanças planetárias próximas que estão liderando o caminho a um mundo novo, um mundo novo e revolucionário. Suas energías mudarao por completo e as energías da Terra mudará totalmente. O amor é a única resposta. O amor é o que frota em todo o mundo”.(Kryon, Historia do Rei Pescador*, por David Brown)

Você não pode ser somente a transformação em você como a transformação do mundo!. Se cada um fizer o seu pequeno dia se transformar em algo grande isso já começa a funcionar. Dentro do seu pequeno mundo, na sua casa, com as pessoas que você convive, tratando as pessoas com verdadeiro amor, gratidão e mais que tudo sinceridade! Se cada um fizer a sua parte, seremos muitos! Devemos pensar que essa energia cresce quando existem mais e mais pessoas agindo assim. Tudo com sinceridade, espontaneidade, não é?!!
Parece fácil falando, mas é momento de pensar e agir em questões como curar os defeitos da personalidade, experiências traumáticas que podem ser de nível Karmico, o pensamento competitivo, o ego, a inveja... Cada um sabe onde tem que melhorar, mas sempre cometemos os mesmos erros, seja na forma de agir com outros, às vezes com as pessoas mais próximas, com o planeta terra, com os animais. Temos que nos abrir para verdades para o NOVO. “Se tua mente intelectual não pode conseguir a Espiritualidade é porque tua mente está programada com sistemas de crenças, noticias falsas e limitações da sociedade. Mas se pode programar novamente tua mente, abrindo teu coração a uma consciência mais alta. Somente se abre o Chakra do teu coração se poderá usar Amor de verdade”...para você, para outros, para os animais e para a natureza.
Com Amor se pode mudar a sociedade a uma melhor e curar a natureza. Voce nao acredita? Tem que começar a acreditar!! A energia é imensa e poderosa, somos seres com poderes. Essa é a consciencia Cristica que tanto se fala, é o ser Divino e em conexão com o planeta Terra e o Cosmos. Tua verdadeira natureza é espiritual, está na tua alma e se tem que trazer isto de volta a superfície.
“Oque será alterado, é a NÃO existência de um ser humano, a consciência que EU espírito continuo vivendo a minha vida espiritual, que não terá nada a ver com essa vida material que vivemos, o ser HUMANO É UM ESPIRITO e na verdade não existe ser humano, e sim um personagem criado pelo espírito para viver provas, e as provas não são oque acontecem, as provas são a essência do que acontecem. A questão Não é se existe reencarnação ou não, ou se tal doutrina está certa ou errada...oque será alterado é a essência da vida, ao invés do espírito viver para a gloria terrestre, ou seja para trabalhar...juntar dinheiro, comprar coisas, etc, começaremos a viver para a gloria celeste com a consciência que não existe o “ser humano”. (Pai Joaquim)
Se suficiente pessoas usassem a energia cósmica conscientemente enfocando ao amor universal. Poder-se-ia amplificar a qualidade de vida.
Abra o Chakra do teu coração e deixa que o amor de tua alma brilhe. Com Amor, estaremos preparados para as transformações que virão ao planeta. Com amor, estaremos preparado para sair da dualidade. Com amor no coração, estaremos preparado para a alta energia de Luz, que irá trazer o conhecimento universal.
Isto abrirá livremente o caminho para desenvolver a consciência espiritual. Com uma consciência mais elevada se entenderá que tudo é ENERGIA. A Energia é a fonte de tudo e pode ser utilizada essa energia espiritual para criar a realidade. Pensamentos, sentimentos, objetos, cores, musica, formas. A energia Espiritual, o Deus, é consciência – a existência - a criação – a Fonte. Dependendo do nível de freqüência se pode manifestar de muitas formas, física e não física.
Cada ato, pensamento ou sentimento está mudando o curso do futuro. Sendo que o futuro não é algo fixo. Nossos pensamentos e emoções estão mudando o futuro a cada segundo. Existem muitas possibilidades no futuro.
Entao nao é necesario ser cauteloso?
Usando a energia do coração fará uma preciosa contribuição ao planeta. Nada é acidental na vida. Tudo o que acontece tem uma razão. Incluso quando nao vê razao alguma de imediato.
Tudo é energia e o tempo não existe nos planos de existência mais elevados. O tempo é um conceito 3D. O tempo e o espaço são flexíveis.
Pensa de forma universal.

Pensa com Amor.
A chave é o Amor.
Inspirado em uma mensagem pleiadiano de Alaje.
*Historia dos Reis Pescadores e a Ferida do Rei Pescador.( Wikipedia :The Fisher King, ou o rei ferido, figura na lenda do rei Artur como o último de uma línha a cargo de manter o Santo Graal) Depois da crucificação de Cristo, ele e sua família se trasladaram a França e Inglaterra e se casaram com as realezas nestes países. A partir de estes matrimônios chegaram novas religiões, o cristianismo celta em Grã Bretanha e os Cátaros no sul da França. O cristianismo Celta durou seiscentos anos, antes de que fora substituído pelo cristianismo romano, mas no sul da França, esta energia e esta nova religião viveu no século XII. Estes eram os verdadeiros descendentes de Cristo. Este era o verdadeiro cristianismo e suas crenças se baseavam nos verdadeiros ensinamentos de Cristo. No século III em Grã Bretanha houve uma invasão romana e um intento de romper o cristianismo celta. Lento mas seguramente este cristianismo celta foi dissolvido e substituído pelo cristianismo romano. Esta era uma sociedade baseada no amor divino, conexão, liberdade e alegria que somente havia vivido durante alguns centos de anos, durou um pouco mais no sul da França até que a Igreja Católica fez um pacto com o rei da França, até o genocídio que se cometeu contra os cátaros de meio milhão de pessoas.
Na psique de Ocidente tem um problema: dos mil anos depois, todavia tem um aspecto de si mesmos que é o verdadeiro Cristo e logo tem outro aspecto de si mesmos que trata de imitar a Cristo. O verdadeiro Cristo tem que ganhar e o Cristo que está imitando a Cristo tem que distanciar-se, tem que dissolver-se. O que se tem que fazer é encontrar ao verdadeiro Cristo dentro de vocês e permitir que seu espírito guie para orientar a encontrar a verdadeira consciência de Cristo dentro de vocês mesmos.
Este aspecto de si mesmos pode estar bastante enjoado, danificado, e bastante ferido. A outra cara é a antiga Igreja Católica, que causou tal devastação no passado e está para que vocês possam observar estes dois aspectos. Estes dois não podem viver juntos, mas devem compreender-se entre si. Esta é a viagem do homem ocidental, para superar esta colisão entre o Catolicismo Romano e os Cátaros. Se deve observar este dois aspectos de seu ser interior.
Trata-se de uma ferida a uma escala global, esta é a consciência coletiva de Ocidente. Isto não permite estar inteiros. Deixe que o amor verdadeiro da consciência de Cristo e da consciência católica e as energias das responsabilidades fluam através de vocês. Tem que haver uma curaçao da ferida e tem que conectar-se a verdade divina, o divino amor.

jueves, 13 de mayo de 2010

VOVÓ MARGARITA - Uma Guardiã da Tradição Maia

Entrevista a Vovó Margarita: “A morte nao existe”... "Quando quero algo peço a mim mesma"
Entrevista a uma sábia guardiã da tradição maia, faço a tradução para o português.
Ima Sanchez. Publicado em 'La Contra', jornal La Vanguardia(Espanhol)
A Vovó Margarita, curandeira e guardiã da tradição maia, se criou com sua bisavó, que era curandeira e milagrera. Pratica e conhece os círculos de dança do sol, da terra, da lua e a busca de visão. Pertence ao conselho de idosos indígenas e se dedica a semear saúde e conhecimento em troca da alegria que isso produz, porque para sustentar-se segue cultivando a terra. Quando viaja de avião e as aeromoças lhe dão um novo copo de plástico, ela se aferra ao primeiro: ‘Não jovem, que isto irá parar a Mãe Terra’. Resume sabedoria e poder, é algo que se percebe com nitidez. Seus rituais, como gritar a terra o nome do recém nascido para que reconheça e proteja seu fruto, são explosões de energia que faz bem a quem presencia; e quando te olha aos olhos e te diz que somos sagrados, algo profundo se agita.
Ela nos diz: ‘Tenho 71 anos. Nascí no campo, no estado de Jalisco (México), e vivo na montanha. Sou viúva, tenho duas filhas e dois netos de minhas filhas, mas tenho milhes com os que pude aprender o amor sem apego. Nossa origem é a Mãe Terra e o Pai Sol. Vim a Feira da Terra(no dia da Terra) para recordar o que tem dentro de cada um.’
-Onde vamos depois desta vida?
-Ui minha filha, ao desfrute! A morte não existe. As morte simplesmente é deixar o corpo físico, se quer.
-Como que se quer…?
-Te pode levar. Minha bisavó era chichimeca, me criei com ela até os 14 anos, era uma mulher prodigiosa, uma curandeira, mágica, milagrosa. Aprendi muito dela.
-Já se vê em Você sabia, avó.
-O poder do cosmos, da terra e do grande espírito está aí para todos, basta tomar-lo. Os curandeiros valorizamos e queremos muito os quatro elementos (fogo, água, ar e terra), os chamamos avôs. A questão é que estava uma vez em Espanha cuidando de um fogo, e nos pusemos a conversar.
-Com quem?
-Com o fogo. ‘Eu estou em ti’, me disse. ‘Já sei’, respondi. ‘Quando decida morrer retornará ao espírito, por que não te levará o corpo?’, disse. ‘Como faço?’, perguntei.
-Interessante conversação.
-’Todo teu corpo está cheio de fogo e também de espírito - me disse -, ocupamos o cem por cem dentro de ti. O ar são tuas maneiras de pensar e ascendem se é ligeiro. De água temos mais de 80%, que são os sentimentos e se evaporaram. E terra somos menos de 20%, que te custa carregar com isso?’.
-E para que quer o corpo?
-Pois para desfrutar, porque mantém os cinco sentidos e já não sofres apegos. Agora mesmo estão aqui conosco os espíritos de meu marido e de minha filha.
-Olá.
-O morto mais recente de minha família é meu sogro, que se foi com mais de 90 anos. Três meses antes de morrer decidiu o dia. ‘Se eu me esqueço -nos disse-, me recordem’. Chegou o dia e lhe recordamos. Tomou um banho, colocou uma roupa nova e nos disse: ‘Agora me vou a descansar’. Se deitou na cama e morreu. Isso o mesmo posso contar de minha bisavó, de meus pais, de minhas tias…
-E você, avó, como quer morrer?
-Como meu mestre Martínez Paredes, um maia poderoso. Se foi a montanha: ‘Ao anoitecer venham por meu corpo’. Se ouviu cantar todo o dia e quando foram a buscar, a terra estava cheia de pisadas. Assim quero eu morrer, dançando e cantando. Sabe o que fez meu pai?
-Que fez?
-Uma semana antes de morrer se foi a recolher seus passos. Recolheu os lugares que amava e a gente que amava e se deu o luxo de despedir-se. A morte não é morte, é o medo que temos a mudança. Minha filha me está dizendo: ‘Fala de mim’, assim que vou a falar dela.
-Sua filha, também decidiu morrer?
-Sim. Tem muita juventude que não pode realizar-se, e ninguém quer viver sem sentido.
-Que merece a pena?
-Quando olha aos olhos e deixa entrar ao outro em ti e você entra no outro e te faz UM. Essa relação de amor é para sempre, aí não tem aborrecimento. Devemos entender que SOMOS SERES SAGRADOS, que a Terra É NOSSA MÃE E O SOL NOSSO PAI. Até há pouco tempo os huicholes não aceitavam escrituras de propriedade da terra. ‘Como vou a ser proprietário da Mãe Terra?’, diziam.
-Aqui a terra se explota, não se venera.
-A felicidade é tão simples!, consiste em respeitar o que somos, e somos terra, cosmos e grande espírito. E quando falamos da mãe terra, também falamos da mulher que deve OCUPAR SEU LUGAR DE EDUCADORA.
-Qual é a missão da mulher?
-Ensinar ao homem a amar. Quando aprendam, terão outra maneira de comportar-se com a mulher e com a mãe terra. Devemos ver nosso CORPO COMO SAGRADO e saber que o sexo é um ato sagrado, essa é a maneira de que seja agradável e nos encha de sentido. A vida chega através desse ato de amor. Se banaliza isso, o que ficará? Devolver o poder sagrado a sexualidade muda nossa atitude ante a vida. Quando a MENTE SE UNE AO CORAÇÃO TUDO É POSSÍVEL. Eu quero dizer algo a todo o mundo…
-…?
-Que podem usar o poder do GRANDE ESPÍRITO no momento que queiram. Quando entenda quem é, teus pensamentos se farão realidade. Eu, quando necessito algo, peço a mim mesma. E funciona.
-Tem muitos crentes que rogam a Deus, e Deus não o concede.
-Porque uma coisa é ser “pedinte” e outra, ordenar-te a ti mesmo, saber que é o que necessita. Muitos crentes se voltam dependentes, e o espírito é totalmente livre; isso se tem que assumir-lo. Nos ensinaram a adorar imagens em lugar de adorar-nos a nos mesmos e entre nos.
-Enquanto não te harte de ti mesmo.
-Devemos utilizar nossa sombra, ser más ligeiros, afinar as capacidades, entender. Então é fácil curar, ter telepatia e comunicar-se com os outros, as plantas, os animais. Se decide viver todas tuas capacidades para fazer o bem, a vida é deleite.
-Desde quando sabe?
-Momentos antes de morrer minha filha, ela me disse: ‘Mamãe, carga teu sagrado cachimbo, tem que compartir tua sabedoria e vai viajar muito. Não tema, eu te acompanharé’. Eu vi com muito assombro como ela se incorporava ao cosmos. Experimenté que a morte não existe. O horizonte se ampliou e as percepções perderam os limites, por isso agora posso ver-la e escutar-la, crê possível?
-Sim.
-Meus antepassados nos deixaram aos avós a custodia do conhecimento: ‘Chegará o dia em que se voltará a compartir em círculos abertos’. Creio que esse tempo chegou.

miércoles, 5 de mayo de 2010

Plêiades - A Verdade na Terra

Uma mensagem que chega para os que ainda não se despertaram e que deve ser lida até o final antes de prejulgár-la. Cada vez mais estamos dando conta que ciência e espírito, é a mesma coisa, estão juntos. Mundo espiritual e mundo da ciência, tudo é o mesmo, ENERGIA. Tudo se acelera a partir do momento em que começamos a perguntar, ou seja a partir do momento que questionamos algo, funciona como um detonador, descobrimos algo e logo vem o sentir, se tem que sentir desde do coração essa verdade! Tudo começa desde do interior. Estamos indo ao interior...ESVAZIEMOS TUDO QUE APRENDEMOS ATÉ HOJE, uma limpeza energética e física, pra poder vibrar com as novas energias e vibrações do Planeta! Cada um em stand by, como se não houvéssemos aprendido nada ao largo de nossas vidas. Para conectar-nos com outras realidades, porque oque está passando a Terra, está passando em toda a Galáxia. SOMOS UM! (trad. Cast./Port.: Adnuntiatum)
Antes, um pouco sobre os pleiadianos:
¿Quem são os pleiadianos?
Os pleiadianos são um coletivo de entidades procedentes das sete estrelas que nos conhecemos como As Plêiades. Eles dizem que são nossos ancestrais, pois aportaram seu DNA para o surgimento da raça humana(o porque de estarem aqui). Por isso são conhecidos como nosso grupo seminal. Têm uma biologia como a nossa, mas seu desenvolvimento tecnológico e espiritual é maior que o da Terra. Os pleiadianos têm seus próprios mestres espirituais, mas eles, se ofereceram como nossos mestres para ajudar-nos a evoluir. Seu modo preferido de fazer é informando-nos sobre o muito que eles sabem, já que eles consideram que a luz é informação e a escuridão é falta de informação.
www.mind-surf.net
Os pleiadianos são uma congregação do sistema estelar Plêiades. A cultura pleiadiana é antiga e foi "semeada" desde outro universo de amor muito antes que a Terra fora criada. Formaram uma tremenda sociedade que opera com amor, com idéias e ideais como os que ainda não estamos familiarizados (Espero um dia que estejamos*). Muitos vieram recentemente a participar no novo experimento terrestre, ajudar aos humanos a despertar, recordar quem são e recuperar seu poder e seu destino. Se comunicam conosco a través de pessoas com qualidades especiais para canalizar seus mensagens, mas se estamos atentos, qualquer um de nos poderia receber informação de parte deles.
www.astroser.com.ar
Mensaje de Alaje, da Constelação de Plêiades
Sou membro da Confederação Galáctica, sobre a qual Muitas raças benevolentes deste Universo trabalha em cooperação.
Isto não é ciência ficção.
Se são inteligentes investigarão sobre esta informação antes de crucificar-la.
Dei numerosos seminários sobre o desenvolvimento da consciência em Alemanha, Suíça e Áustria.
Muitos de nós vivemos aqui como voluntários com o fim de eliminar a negatividade da Terra. Cada um tem suas próprias habilidades e provas.
Os Universos estão, naturalmente, cheios de vida e em varias Dimensões. Mas isto é mantido em segredo em seu planeta. Teus escuros governos ridicularizam os tópicos sobre a existência Extraterrestre, sobre o desenvolvimento da consciência, com o objetivo de que não lhes interessem e se riam disto. As pessoas que estão no poder mentem a vocês há milhões de anos sobre os extraterrestres e as Leis Cósmicas. Eles não desejam que vocês saibam, porque têm medo de perder seu poder sobre vocês.